Falar de terceirização de serviços de saúde é extremamente importante quando consideramos a realidade do setor de saúde suplementar. O setor de saúde privado vem apresentando forte crescimento do custo assistencial e, por consequência, algumas operadoras de saúde têm tido dificuldade de manter suas operações, tendo aumento na sinistralidade e, em algumas situações, deixando de existir. Os dados recentes da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) demonstram que 3,4 operadoras têm deixado de existir, por mês, nos últimos anos. 

Uma ótima opção para quem busca controlar os gastos é optar pela terceirização de serviços em saúde. E, quando esse é o assunto, um dos tópicos mais falados nos últimos tempos é o BPO. BPO significa Business Process Outsourcing, e ganha cada vez mais força entre empresas que buscam otimizar seus resultados, aumentando a produtividade e reduzindo custos. Em linhas gerais, esse processo proporciona serviços de gerenciamento estratégico, do fluxo de caixa ao dia a dia da empresa, como forma de manter saudável a vida financeira de qualquer organização.

O BPO é uma solução integrada onde uma empresa terceirizada controla não apenas o processo no seu âmago, mas também naquilo que não é o core da empresa de saúde, mas que é necessário para a execução de projetos, como, por exemplo, o outsourcing da área de contas médicas, de cadastro de beneficiário, da regulação, call center, dentre outras. Essa atividade se expandiu ainda mais nos últimos anos com a flexibilização de terceirizar-se não somente atividades correlacionadas como também a atividade fim dos modelos de negócio.

Dessa forma, o BPO garante a gestão da operacionalização dos processos e gestão dos serviços terceirizados, por meio de equipe especializada e de sistema da operadora ou próprio, assegurando a melhoria da eficiência da operadora de saúde de maneira contínua quando consideramos a execução de processos. Além disso, a terceirização de serviços de saúde também:

  • Proporciona maior flexibilidade interna
  • Garante as melhores práticas na execução dos serviços 
  • Reduz custos
  • Reduz desperdícios
  • Diminui os processos de contratação de funcionários
  • Arca com a infraestrutura necessária
  • Compartilhamento de risco

Com a sobrecarga da equipe operacional, a utilização de serviços terceirizados é fundamental para “desafogar” os profissionais que atuam nas diferentes áreas. Cabe destacar que a contratação de serviços terceirizados não substitui o papel dos profissionais que atuam dentro das operadoras de saúde. Por isso, deve-se contar com fornecedores confiáveis, que prestem serviços de alta performance e com custo viável. Abaixo listamos algumas dicas para conferir a idoneidade de um prestador de serviço terceirizado:

  • Verifique se a empresa, administrador e responsável técnico possuem registro nos respectivos conselhos;
  • Confirme como está a saúde financeira da empresa, solicitando as certidões negativas de débitos dos impostos federais, estaduais e municipais;
  • Busque identificar possíveis passivos oriundos de processos trabalhistas, cíveis ou penais, assim como de seu corpo dirigente;
  • Certifique-se que o quadro societário da empresa seja atuante e esteja atualizado;
  • Busque referências comerciais da atividade da empresa, assim como do seu histórico.

Por fim, tão importante quanto vender o seu produto e serviço é como você irá entregá-lo. A terceirização possui diferentes vantagens, porém sempre tenha em mente que a empresa terceirizada irá representar-lhe perante os seus clientes e, nesse sentido, deve ter senso de propriedade para atende-los da melhor forma possível.

Fonte: https://qualirede.com.br/por-que-considerar-a-terceirizacao-de-servicos-em-saude/